FAQ

01 - O que é mais correto, a esterilização dentro do Centro Cirúrgico ou na Central de Esterilização?

O local para realizar o processo de esterilização é somente na Central de Material e Esterilização, pois reúne todos os requisitos básicos para o perfeito manuseio, desde a chegada do material contaminado no expurgo, passando pelo processo de limpeza manual ou mecânica, até o processo de esterilização a vapor saturado (autoclave) e finalmente sendo encaminhada para o arsenal onde será feita a armazenagem dos materiais esterilizados.

02 - Quais locais devo colocar os testes biológicos dentro da autoclave? Uma ampola é suficiente ou é preciso colocar em vários locais?

O indicador biológico deve ser colocado no lugar de difícil acesso do agente esterilizante como perto do dreno. Para uma autoclave deve-se utilizar duas ampolas de indicadores biológicos, sendo, uma ampola teste que testará a autoclave e uma ampola piloto, que será o contra teste que testará a incubadora.

03 - É correto após o processo de esterilização, ao verificar que o material ficou úmido deixar na autoclave secando por várias horas?

O processo de secagem é um dos principais fatores no que se refere à qualidade e efetividade da esterilização, pois quando retiramos o material da autoclave úmido ou molhado, existe um grande risco de contaminação do mesmo. Não é normal deixarmos o material secando por várias horas após o término do ciclo completo de esterilização e secagem, por este motivo, é importante verificar quais as reais causas que não permitem a efetividade da secagem após o processo de esterilização, ou seja, verificar se o ciclo que está sendo utilizado é condizente com o material que está sendo esterilizado, se a autoclave possui ciclo de secagem, ou ainda verificar junto ao serviço de manutenção da autoclave um possível defeito no equipamento.

04 - Qual o tempo mínimo que a ampola de teste biológico 24 horas deve permanecer a temperatura de 121ºC e 134ºC para que haja morte dos esporos?

Para realizar o teste com os indicadores biológicos SP 20 - SISPACK, o tempo recomendado é de 4 minutos a 134°C e 15 minutos a 121°C.

05 - Quais produtos que podem ser adquiridos para testar a eficiência da minha autoclave?

Os produtos para realização de testes da eficiência da autoclaves são: Bowie e Dick, para autoclaves à vácuo, este teste verifica o funcionamento da bomba de vácuo do equipamento. Indicadores biológicos que verificam a capacidade da autoclave de eliminar uma quantidade mínima de 1.0000 de microrganismos encontrados na ampola do indicador biológico também é necessário utilizar os integradores químicos que verificam tempo, temperatura e a qualidade do agente esterilizante.

06 - Em caso de ausência de uma seladora em um serviço odontológico, posso utilizar uma prancha capilar de cerâmica para vedamento dos pacotes de papel grau cirúrgico considerando as normas padrões de selagem e vedamento correto, com o intuito de evitar a utilização de fitas zebradas para fechar os pacotes?

Utilizar prancha capilar de cerâmica não é recomendado para realizar a selagem do papel grau cirúrgico pois a temperatura não é a ideal para este tipo de material, também devemos nos assegurar de que, por este ser um produto para cabelos existem resíduos de produtos químicos, sujidades e componentes de da estrutura capilar. Conforme as recomendações dos Serviços Odontológicos: Prevenção e Controle de Riscos. ANVISA, 2006, refere: O fechamento do papel grau cirúrgico: O selamento hermético da embalagem e garantir sua integridade. A faixa de selagem deve ser ampla, preferencialmente, de 1 cm ou reforçada por duas ou três faixas menores. Recomenda-se promover o selamento deixando uma borda de 3 cm, o que facilitará a abertura asséptica do pacote.

07 - É realmente necessária a utilização de água destilada na autoclave?

As autoclaves sempre deverão ser utilizadas com água destilada, pois a água de má qualidade ou de torneira possui sais minerais, metais pesados e alguns microganismos que podem contaminar seu manterial. Os metais pesados e minerais podem bloquear o orifício da saída do vapor, causando assim possíveis bolsas de ar que inibem a elevação da temperatura comprometendo assim o processo de esterilização, além de danificar e manchar os instrumentais.
Destiladores de água portáteis que são totalmente automáticos e produzem água destilada de alta qualidade e livre de impurezas.

08 - Mesmo utilizando água destilada em minha autoclave percebo que a câmara de esterilização e as bandejas ficam com a marca da água. O que posso fazer para evitar isso?

É normal notarmos a marca da água dentro da câmara após alguns ciclos de esterilização, porém para removermos esta sujidade será necessária a utilização de produtos específicos de limpeza de aço inoxidável como o SDS 1000. Este produto pode ser utilizado diariamente conservando assim o aspecto limpo e asséptico da câmara de esterilização.

09 - Existem no mercado vários tipos e qualidades de embalagens diferentes, como posso definir qual embalagem utilizar?

A escolha do invólucro irá depender das características do material e do processo de esterilização escolhido e também de alguns requisitos básicos como:
  • Permitir o contato do agente esterilizante com o artigo;
  • Ser resistente ao manuseio, calor, umidade e tração;
  • Proporcionar barreira microbiana, ou seja, ser impermeável a partículas microscópicas;
  • Estar livre de resíduos tóxicos como os corantes, alvejantes e nutrientes microbianos;
  • Deve proporcionar selagem adequada, resistir a punções, rasgos e furos e não deve gerar partículas.
  • Possuir indicadores químicos de processo;
  • Possuir Registro no Ministério da Saúde.

Como alternativa para esterilização em estufa é recomendada a utilização das embalagens de Nylon que suportam altas temperaturas sem perder a integridade; já para autoclave recomendamos as embalagens de Papel Grau Cirúrgico, que são muito resistentes e proporcionam uma esterilização segura e duradoura, pois permitem que o material seja armazenado estéril por longos períodos.

10 - Como devo utilizar os integradores químicos na odontologia, manicure e estúdios de tatuagem?

É necessário verificar as legislações vigentes para cada estado/cidade. Caso não encontre, há recomendações da Anvisa para odontologia. Recomenda-se a utilização do integrador químico classe 5 ou 6 no interior de cada pacote. Se em seu estados não houver legislaçoes vigentes para manicure e estúdios de tatuagem, a utilização de integradores químicos podem ser realizados conforme recomendados para os serviços odontológicos.

11 - Utilizo uma embalagem de papel grau cirúrgico que possui um indicador que muda de cor após a esterilização, isso prova que o material está realmente esterilizado?

Não, pois são os indicadores químicos classe 1, isto é, a função de controlar a exposição, ou seja, eles apenas indicam que o material passou pelo processo de esterilização evitando assim que pacotes não esterilizados sejam utilizados. Para testarmos a eficiência de uma esterilização é necessário realizar os testes de indicador biológico, integradores químico e Bowie e Dick (somente para autoclaves de bomba de vácuo.

12 - Qual a funcão do Bowie e Dick e quando devo utilizar?

O teste Bowie e Dick verifica o funcionamento da bomba de vácuo e deve ser utilizado todos os dias no primeiro ciclo sem carga, isto é, sem material.

13 - Quero utilizar o pacote teste desafio pronto mas encontro dificuldades no setor de compras para adquirir o produto devido ao preço. Como poderia argumentar para a compra do PCD comercialmente pronto?

Devemos levar em consideração os custos diretos e indiretos para realizar o pacote teste desafio manualmente realizado no CME. Custos como ciclo da autoclave, energia, lavanderia, colaborador para montar o pacote, tempo, espaço ocupado pelo pacote dentro da autoclave, insumos para a montagem como tecidos de algodão que tem vida útil de 65 utilizações conforme estudos científicos, indicador biológico, integrador químico. Os custos diretos e indiretos do pacote manualmente feito pelo CME demonstram que é mais caro do que o pacote teste desafio pronto.

Envie sua pergunta

Enviar